EMPREENDENDORISMO E A COPA DO MUNDO

  • Compartilhe:

A Copa do Mundo é um dos maiores eventos esportivos mundiais e movimenta bilhões de dólares em todo o mundo. No Brasil, a expectativa é que o evento movimente a economia mesmo à distância.

O espírito de festividade e paixão pelo futebol estará à flor da pele até mesmo dos cidadãos menos empolgados. Com isso, o empreendedor deve identificar as oportunidades para seu negócio e tirar proveito disso. Caso ele não trabalhe com produtos/serviços diretamente relacionados à Copa do Mundo, vale investir em ações como campanhas e promoções. Até mesmo os bolões são vistos com muita simpatia pelos consumidores e colaboram para que o empresário estreite seu relacionamento com o público, além de atrair outros clientes.

O Brasil é um país com uma veia empreendedora muito forte e em uma Copa do Mundo alguns segmentos da economia se destacam, entre eles, souvenirs, bares, restaurantes e supermercados. É preciso ser objetivo e saber ganhar dinheiro como empreendedor e acreditem, você tem muito a aprender com a Copa.

Apesar de nunca desejarmos deixar o consumidor esperando, há algo a ser dito sobre possuir-se o seu diferencial verdadeiramente único. O futebol é jogado o ano inteiro em muitos palcos importantes, mas somente a Copa do Mundo suscita a paixão e o comprometimento que observamos nesse momento. Para a FIFA o seu diferencial é a escassez. Empreendedores precisam pensar no que torna-os únicos e memoráveis. Uma maioria de proprietários de negócios pensam que seus produtos e serviços são verdadeiramente diferenciados, porém, somente uma pequena minoria de consumidores pensa o mesmo, segundo um estudo conduzido recentemente nos Estados Unidos. A Copa do Mundo tem o seu diferencial, qual o seu?

Conversamos com Ricardo Paulino, CEO da Riplas, fabricante de produtos de borracha E.V.A, plásticos e capa de chuva descartável. Para a Copa do Mundo, o empresário trouxe para o mercado uma linha completa de souvenirs que são usados no entretenimento das pessoas, como chapéus, óculos, gravatas, serpentinas, tiaras.

Muitas empresas compram os produtos da Riplas para revender ao consumidor final, a demanda por produtos relacionados a Copa do Mundo cresce exponencialmente nesta época e Ricardo que desenvolve itens específicos para datas comemorativas comemora seu resultado.