Mulheres maravilha do século XXI.

  • Compartilhe:

A atuação multitarefas das mulheres que são mães, esposas, donas de casa e empreendedoras.

As mulheres entraram no mercado de trabalho guiadas por uma necessidade financeira durante a primeira e segunda guerra mundiais. Enquanto os maridos travavam batalha no front elas se viram obrigadas a ocupar o papel de provedoras, até então exercido por eles, e como guerreiras que sempre foram, iniciaram sua própria luta.

O que ocorreu por imposição social, logo se tornou uma conquista, pois, a partir deste marco histórico, as mulheres passaram a ocupar, cada vez mais, papéis fundamentais para o desenvolvimento da moda, economia, saúde, educação, arte e da sociedade como um todo. Além da atuação nas empresas, que conciliava as necessidades das mulheres e dos empresários que não tinham mais os seus homens a disposição, elas também assumiram os negócios familiares. Hoje o que temos na sociedade é o resultado desta transição, situação que seria provisória e se tornou definitiva justamente pela capacidade destas mulheres de se adaptar e assumir vários papéis com a mesma qualidade de seus maridos.

A vida profissional das mulheres, que inclui a independência financeira, é parte de sua satisfação pessoal, que também passa pela realização amorosa e pela maternidade. Embora haja variações nestas escolhas, as mulheres são capazes de conciliar – e muito bem – todas essas tarefas.

Muitas mulheres hoje atuam em seus negócios, em seguimentos variados, e é comum ver que, entre uma atividade e outra, supervisionam ou realizam o cuidado da casa, levam os filhos na escola, cuidam de sua saúde e beleza e auxiliam seus maridos.

Empreendedoras, mães, esposas, filhas, amigas, cuidadoras, conselheiras, guerreiras, fortes, adaptáveis, amorosas. De todos os adjetivos, o mais importante: mulher.

Liliana Alves Lopes, psicóloga clínica e hospitalar, formada pela Universidade do grande ABC com cursos de pós graduação pela Universitad de Barcelona e pela USP. Atende em São Caetano do Sul com foco em prevenção, diagnóstico e tratamento dos transtornos de ansiedade.