Networking e Conexões, Conexão Empreendedora

  • Compartilhe:

Eu poderia dizer que essa música do Raul Seixas transmite exatamente o meu sentimento quando criei a Conexão Empreendedora: meu objetivo sempre foi criar realidades por meio dos sonhos de empreendedores, resultado da cooperação entre os mesmos, por meio de troca de experiências e motivações.

Se você for ao dicionário, encontrará o seguinte “conexão - ato ou efeito de conectar, de ligar ou de unir; ligação, união; Aquilo que conecta, liga ou une; Relação lógica entre ideias ou fatos; coerência, nexo”.

Pois bem, não estou dizendo que uma pessoa depende de outra para realizar coisas, o que quero dizer é, que por meio da colaboração, do compartilhamento, conseguimos mais facilmente fazer as coisas acontecerem!

Como já disse outras vezes, muitos empreendedores tem uma ideia muito errada de como é empreender na vida real. Acreditam que ser um empreendedor é caminhar sozinho, superando obstáculos, levando a empresa no peito sem ajuda de ninguém. Tudo errado, pois na verdade, para empreender e ter sucesso é necessário criar parcerias.

Como seres humanos, necessitamos fazer parte de um grupo, somos seres sociais, precisamos participar, trocar, aprender para que possamos nos desenvolver. O que poderia ser diferente quando falamos da jornada empreendedora?

Fazer parte de um grupo de empreendedorismo nos faz adquirir mais conhecimentos, nos leva a conhecer melhor nosso mercado, trocar experiências, criar alianças, elevar nossa autoestima, condicionar nossa motivação.

Além disso, quando estamos entre pessoas que tem o mesmo objetivo que o nosso, criamos uma energia positiva, uma força propulsora, que nos impulsiona cada vez mais às conquistas e realizações.

Já falei em outros artigos sobre esses insights, mas gostaria de reforça-los:

Não precisamos caminhar sozinhos: é de extrema importância se conectar com outros empreendedores, criar uma rede de pessoas (networking), criar parcerias, ter uma forte ligação com a nossa equipe;

Não sabemos tudo: acredite, por mais que seja um especialista, você não sabe tudo. Encontrar parceiros que possam suprir o que você não sabe é libertador;

Aprimore-se contanto com o outro: agora, se ao contrário, você não é um especialista, mas, mesmo assim está apostando em um produto/negócio, vá atrás de quem entende. Estude sobre o seu concorrente, busque alguém que possa lhe dar informações assertivas sobre seu negócio.

Viu? Tudo isso torna-se mais fácil quando estamos em um grupo!

O caminho é difícil, mas não é impossível se tivermos companhia. Portanto, não se isole, busque associar-se a quem vai contribuir para a manifestação da sua realidade de sucesso!