Qual é o profissional ideal?

  • Compartilhe:

Sabemos que para um negócio funcionar completamente, além de processos e uma boa gestão, precisamos investir em colaboradores que tenham sinergia com ele.

Você empreendedor, provavelmente já se perguntou como contratar um bom profissional para o seu negócio. Além de todas as etapas de um processo seletivo, quais são as características que fazem de um profissional aquele que é ideal para a sua empresa?

Os testes de perfil geralmente são bem eficazes, eles mapeam as características em destaque de cada pessoa, através de perguntas básicas e percepções. Mesmo assim, encontrar um profissional que se mantenha engajado e alinhado aos propósitos de uma companhia vai muito além disso.

Este desafio me acompanha ao longo de toda minha jornada como gestora, e pra clarear um pouco mais as ideias sobre o assunto, vou deixar aqui algumas dicas que podem ser úteis nas suas próximas contratações:

Você já definiu as competências necessárias para o cargo?

Esse será o seu primeiro passo para iniciar um processo seletivo.
Deixe bem claro no momento da entrevista quais serão as atividades exercidas pelo contratado. E dizer isso logo de cara, fará com que ele decida se aquela vaga realmente faz sentido para ele naquele momento.

Que diferencial competitivo você vai oferecer?

Reter um bom talento também precisa ser um compromisso do gestor. Os diferenciais competitivos do seu negócio farão com que o candidato permaneça com você. Se você não tiver condições de ofertar benefícios compatíveis com o mercado, ofereça um bom clima organizacional ou a flexibilidade de horário, são coisas também muito valorizadas pelos bons profissionais.

O que é uma boa faculdade?

Não se iluda com currículos recheados de grandes faculdades. Elas até podem ser referência de ensino, mas considere o que realmente importa para o trabalho que será designado: a competência do aluno. Ele pode não ter estudado em uma grande faculdade, mas se empenhou tanto quanto, ou até mais, do que aquele outro.

Confira a veracidade das informações

Na atual situação de desemprego do país, a quantidade de pessoas que surjem em um processo seletivo é imensa e infelizmente, dentre tantos profissionais, existem aqueles que acabam sendo anti-éticos. Tenha sempre o cuidado de verificar se as informações do currículo e da entrevista são verdadeiras, busque pelas referências, indicações, cursos e faculdades.

Indicação conta?

Grande parte das empresas consideram a indicação um critério muito importante na hora da contratação. Isso porque, eles se sentem mais confiantes em contratar uma pessoa “menos desconhecida” na multidão. Indicação conta sim! Desde que você selecione com o mesmo cuidado de outros candidatos.

E é claro, o bom profissional se mostra competente na prática! Faça um teste, contrate-o temporariamente e veja como ele se sai dentro da sua empresa. E se não der certo, seja franco e ao mesmo tempo, deixe claro que a culpa pode não ser dele.
Não se encaixar em uma equipe nem sempre significa que é um profissional ruim! Muitos bons profissionais não se encaixam nos processos do negócio ou simplesmente não estão em sinergia com os ideais da gestão.

Aqui no Grupo Projeto, costumo sempre dizer “Contrate profissionais melhores que você”.
É impossível ser bom em todas ás áreas do seu negócio, portanto, não centralize com você as responsabilidades, invista em um time de especialistas , desse jeito, você poderá conduzir o seu negócio com maior tranquilidade.

Gostou dessas dicas?

Se quiser saber mais, me acompanhe também no site e nas redes sociais.

www.tatyaneluncah.com.br

Instagram e Facebook @tatyaneluncah